B Corp Movement: Redefine the success of your business

News


Did you know that, globally, there’s a growing movement of companies which purpose is to cause a positive social and environmental impact, as well as generating profit? Discover it in the following paragraphs!

Through IES - Social Business School Social Businesses Laboratory, the B Corp Movement has arrived to both Portugal and other Portuguese-speaking countries in Africa, redefining the concept of success in business.

B Corps are companies that build their business’s strength aiming solve social and environmental problems. These companies meet a very demanding multidimensional evaluation of their business, bringing alongside with the economic perspective, the dimension of environmental impact, relations with employees and with the communities. A B Corp doesn’t only aim to be the best in the world, it aims to be the best for the world!

This community of companies has been rapidly growing around the world, currently existing over 1 460 B Corps, in 42 countries and 130 industries. Open University of West Africa in Gana, Ecozoom Daproim in Kenya or Opulent Group from Tanzania are a few references. “B Lab Portugal & Lusophone Africa” was created on September 21st. The first five B Corps of the region were distinguished on this event – “Coloradd”, “Biorumo”, “Sector 3”, “Logframe” and “Abreu Advogados” (having this last one a representation in São Tomé and Príncipe).

To obtain a B Corp certificate, a company must conciliate a score of at least 80 out of 200 points in the technical evaluation, and also has to adapt all the company's legal documentation in order to foresee the B Corp principles.

Após o lançamento em Portugal, O B Lab Portugal & África Lusófona procura agora as empresas campeãs dos países lusófonos em África – Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe –, para se juntarem ao movimento. Consideramos fundamental que as empresas nestes territórios percecionem o valor que os seus negócios podem criar não só para elas mesmas, como também para o seus colaboradores, as suas comunidades e para o ambiente que as rodeia.”

Verifica-se nestes países um enorme espírito empreendedor com um elevado número de novas empresas locais. Este fator, aliado a uma população bastante jovem, com vontade de gerar valor para as suas comunidades e de desenvolver o seu território, promove um contexto favorável à criação de negócios que geram impacto positivo para todas as partes envolvidas das empresas – Colaboradores, Comunidade e Ambiente.

Acreditamos que o movimento das Empresas B e as ferramentas gratuitamente disponibilizadas serão pertinentes na gestão destas novas empresas e que há uma vontade de implementar práticas sustentáveis na gestão empresarial.

É com um enorme gosto que iremos no início de dezembro até à ilha de São Tomé reunir com algumas empresas que já demonstraram interesse no tema. Temos vindo a fortalecer os nossos contactos e relações com organizações e empresas no país e estamos ansiosos por tornar este movimento uma realidade em São Tomé e Príncipe. Aceite o desafio e meça o impacto da sua empresa aqui!

Para mais informações contacte mariana@ies-sbs.org

‹‹ Back to news